Rio Senna, Paris/França - Janeiro, 2010

domingo, 31 de outubro de 2010

Minha primeira aula de catalão !

O post abaixo foi escrito no dia 16 de Setembro, no dia da minha primeira aula de catalao.
Estamos no dia 31 de Outubro e já andei comentando no Twitter e em algumas conversas com os amigos que tenho aprendido catalao.

Nao pareceu óbvio para alguns o que é o catalao, entao antes que possam ler o post, resolvi fazer uma introduçao:

Vamos lá:
A Espanha é composta de "comunidades autônomas", as comunidades autônomas de "províncias".
Para mim é um pouco difícil fazer analogia dessa organizaçao territorial com o meu país que é simplesmente dividido em estados. No meu entender, as províncias se equivalem aos nossos estados no Brasil. No meu entender também, (posso estar falando uma bobagem! Depois lerei isso direito no Wikipédia) essas comunidades autônomas surgiram de uma questao de identidade cultural e casamentos entre reinos em tempos passados.... sei lá!
O idioma oficial da Espanha é o castelhano - tradicional espanhol como conhecemos. Além do castelhano, existem 3 línguas, chamadas co-oficiais : o galego (Galícia), o euskera (País Basco e Navarra) e o catalao (Cataluña).
Nestas comunidades autônomas que mencionei acima e que há os idiomas co-oficiais, existem movimentos de independência, ou seja, querem se separar da Espanha e blá blá blá...  
 
Todo mundo aqui já ouviu falar do ETA né? Eles sao lá do País Basco, movimento separatista, mas que nao recebe apoio do próprio governo por se tratar de fazer atentados.
Estive no País Basco (em San Sebastian, lindíssima!) e eles, na minha opiniao, é os que mais fazem mais questao de dizer que nao fazem parte da Espanha. Nao sei se alguém reparou na Copa, mas eles, inclusive estavam torcendo para a Holanda.
Enfim...
Eu moro na Cataluña. A Cataluña tem várias províncias , uma delas de mesmo nome que sua capital: Barcelona.
Por aqui, tudoooooooo está escrito em catalao na rua!
Fui na biblioteca pegar livros, os avisos todos em catalao e sem castelhano embaixo ( o que na maioria das vezes ocorre!).

Entao, achei cool aprender catalao e ganhar ponto com a galera daqui, já que o orgulho catalao é enoooooooorme. rs.

Bora pro post né?

"Bonita esta foto de Paris, não?

Gosto dessa foto, toda vez que a vejo me dá ainda mais vontade de sair por aí viajando, fazendo e desfazendo malas.

Chegou a tal ponto que eu já faço malas com os olhos fechados. Não sei você, mas toda vez que eu vou viajar é uma excitação ao fazer malas... Ay, me gusta, me encanta!

E Paris, vou te contar uma coisa,...


Hoje, Jueves ('Dijous' em catalão, Quinta-feira para os que falam português), foi o meu primeiro dia de aulas de catalão.

Quando eu cheguei aqui em Barcelona, não tinha nenhuma intenção em aprender catalão, até porque, estudar o castelhano e fala-lo bem, já estava na lista das minhas prioridades.

No meio a tantas buscas de informação, descobri que existe o Centre de Normalitzación Lingüística de Barcelona que através do Consorci per a la Normalitzación Lingüística oferecem aulas de catalão grátis para os estrangeiros. E oferecem também aulas de castelhano grátis.


Óbvio, o meu perfeccionismo me ordenou a fazer inscrição no castelhano - que foi mais difícil achar vaga - e o meu interesse repentino, no catalão.

Já dizia na minha terra: "De graça? Até injeção na testa!"


Na minha primeira aula, óbvio também, cheguei atrasada.

Me perdi nas infinitas linhas e cores no metrô.

Aqui, parece que todas às vezes que eu cheguei atrasada, eles fazem questão de me dizer a hora que era pra eu ter chegado sem nenhuma cara de simpatia. Foi assim no dia da academia com o instrutor, no dia da apresentação da faculdade e hoje...

Dá vontade de dizer: "Mira una cosa meu filho, eu cheguei em Barcelona há quase um mês e há quase um mês eu não durmo direito por causa do meu fuso de 5 horas de diferença de vocês, dá pra dar um desconto? ? ?"


Cheguei atrasada, mas logo peguei o que estava acontecendo, as anotações e por sorte minha, uma dupla simpática para fazer os exercícios (Aaaah! Aula de língua é assim mesmo, hacer las cosas en parejas!).

Maria de Soledad, proveniente da Galícia, aquela parte daqui da Espanha que faz divisa com Portugal.

"-Amém, se eu precisar falar português, com certeza que ela vai me entender!" - foi um pensamento imediato, porém desnecessário.

Aprender uma língua nova - no caso o catalão - a partir de uma língua que também não é a minha materna, não me pareceu nenhum bicho de 7 cabeças.

Aliás, me pareceu duplamente produtivo! Quando minha professora não está falando catalão, esta falando castelhano!

Ótimo. Assim eu vou seguindo!


Bona tarda a tots i fins aviat!*


*Boa tarde a todos e até logo!"




Nenhum comentário:

Postar um comentário