Rio Senna, Paris/França - Janeiro, 2010

segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

"É que eu nasci com pé na estrada..."

Boa noite caros amigos! Sejam bem vindos ao meu blog!
Gostaria de tê-lo começado ainda ontem, com idéias frescas e com minhas primeiras impressões da Europa à flor da pele, pero, estoy estava muy cansada.

Hoje não estou num bom dia, mas acredito que escrever me fará bem.
Mal cheguei à Espanha e ya quiero volver ao Brasil. O frio e a comida têm me deixado com mau humor insuportável.
Pretendo focar arduamente no meu curso para não desabar a chorar. Acho que nunca sofri tanto por estar fuera de casa.

Hoy foi meu primeiro dia en la universidad. Fiz provas orais e escritas de espanhol para o nivelamento de turma. Amanhã começa las classes.

Estoy en una ciudad llamada Logroño, na província de La Rioja.
Para quem não sabe, a España é divida em províncias.
Estoy en um alojamento próprio para estudiantes (não gosto nem de hablar esta última palavra, después do que aconteceu na última Libertores...rs rs) dentro do campus universitário.

Aqui, pretendo ficar até dia 22 de Março.

O início

A minha viagem deveria ter começado no dia 7 de Janeiro, se não tivesse perdido o vôo.
Lo hijo del puta do taxista que não foi me buscar na hora combinada. Ok. Passou.
Saí do Brasil às 21h do dia 8 de Janeiro e segui para Madrid. Sem escalas.

En Madrid, passei por infinitos raios-x. Ainda un pouco atordoada com tanta informação, perdi também o ônibus para Logroño do meio-dia e das 15h. Para não dormir en Madrid, decidi ir para Bilbao, ciudad muy cercano de Logroño.

En Madrid, considerei las personas muy mal humoradas e grosseiras. Na Estação de Autobus Avenida de las Américas, briguei con una mujer que trabaja en el punto de informaciones.

-"Usted no tiene educación?! No voy atender usted ".

Acho que todos entenderam o que ela quis me dizer, né?!

Una mujer folgada que deveria me dar informação e estava batendo papo com um hombre que possivelmente estava paquerando a mesma.

A camino de Bilbao, mucha neve. Algunas estradas estavam cerradas (fechadas) por causa del tiempo.
Una senhora de idade, estava do meu lado. Borracha (bêbada), pero, muy simpática.
À esta altura, eu já espirrava sem parar, mas tentava manter a calma. A borracha me deu um saco com lencinhos cheirosos para assoar o nariz. Gracias, una persona boa neste país.

Antes dela, tinha aparecido uma equatoriana muy simpatica también.
Ao llegar en Bilbao, la compania de ônibus estava cerrada. Nenhuma información sobre ônibus para Logroño.

Nevava. Cheia de mala, não podendo fala inglês-porque até então, conseguia comunicarme perfectamente assim- entrei en um bar , que cerrou à meia-noite.

No bar, conheci los mozos (garçons) muy simpaticos e um segurança. Gracias a Diós, las cosas começaram a ficar mejores, o menos piores. Lo primero autobus para Logroño saia las 8 y media de la mañana. Ainda eram 23h.

Comecei a ver os primeiros sorrisos da Espanha em Bilbao.
Perrengue? Fato. Pero, tudo bem.
Fui para uma pensão que un senhorzinho muito simpático, taxista, me indicou. Uma vela pra essa boa alma também.

Bilbao, País Vasco
Para quem não se recorda, País Basco é onde na Espanha ocorrem os movimentos separatista do ETA. Lá, existem 2 idiomas oficiais: o castelhano e o euskera .
Tudo em Bilbao é escrito nesses 2 idiomas. Impossível deduzir no "portunhol" o que se quer dizer o euskera. Escrita meio alemã, meio russa, sei lá.
Eu cá com meus botões desse enorme casaco pensando que ia ter uma viagem normal. Chegaria em Madrid e pegaria um ônibus pra Logroño e tudo OK.
Ledo engano.
Pude descansar nessa pousada, seu nome é San Mamés, do lado do terminal de autobus.
Consegui dar notícias para minha família...!
A essa altura, eu já pensava que minha mãe devia ter contactado o Itamaraty.
Aliviada, acordei cedo e certa de que ia embora para meu destino final, finalmente. Depois de 4 comprimidos para resfriado, eu estava bem.
Tomei um banho sem me importar se a água do mundo vai acabar, confesso.
-"Yo quiero una pasaje hasta Logroño."
-"No tenemos autobus hasta Logroño, por causa de la neve."
Nesse momento, ouvi a voz da cantora Pitty: "Já posso enlouquecer ou devo apenas sorrir?"
Mas como as orações da minha querida madre son muy fuertes...
-"Tiene tren?"
-"Es possible."
Corri para a estação de metro que também é perto.
-"Tiene tren para Logroño?"
-"Usted tiene que ir a la estación principal, Bilbao Abado. Tiene un tren para la en 10 minutos".
Para encurtar minha odisséia: comprei o bilhete para Logroño, pero, o trem só saia as 16:45 !
Voltei para a pousada, dormi até a hora de ter que ir pra Logroño. Se não estivesse tão cansada, dava um rolé por Bilbao.
O tren da companhia Renfe mostrava a todo tiempo la temperatura, que só descia. Quando atingiu os -5º ... pensei que ia morrer do jeito que nunca quis na vida: congelada.
Bem, eu não ia enlouquecer naquele momento: Já havia perdido 2 pares de luvas de tão preocupada apenas com meu passaporte e com meus escassos euros, minhas costas pediam um Tandrilax, meu corpo um banho quente, uma cama.
Meu nariz estava vermelho, meu cachecol já tinha virado máscara.
"Como o resto dos meus amigos podem achar legal estar na Europa?", eu me perguntava.
É fato, não vejo a hora de isso tudo terminar e voltar para meu país.
Não acho divertido neve, nunca tive vontade de vê-la. Prometo tentar me divertir com isso tudo, enquanto meus pés estão congelados, MESMO com a bota que comprei em BH-de couro com pele de carneiro.
Só volto aqui no verão.
Logroño, finalmente

Domingo, 10 de Janeiro, 19:15.
Cheguei ao alojamento. Adorei como fui recebida, o espaço que tenho para morar.
Descobri que tengo una vizinha, que divide comigo a cocina. O modo como descobri?
Ouvi barulhos estranhos, uma família inteira dentro da cocina que dá entrada pra outro quarto.
Tudo bem, a Nath é super gente boa, paulista. Seus pais a trouxeram. Vai ser bom pra eu fazer alguém rir das minhas tragédias européias. E ela já viaja há mais tempo, me dá um help.

Como dice anteriormente, hoy fué mi primero dia, tengo mucho más cosas para compartilhar con ustedes. Pero, já passam das 22h aqui, tengo que dormir, mi primera classe começa las 9.

Mañana hablo mucho más. Después conto como fué.

un grande beso para todo los brasileños, las fotos están en mi Orkut.

PS: Estoy hablando algunas cosas en español para aderir ao clima.

Nenhum comentário:

Postar um comentário